Linha Farmall ganha novas potências e é apresentada na Coopavel (PR)

Com novas potências, a linha de tratores Farmall Tier 3 é ideal para atender às demandas da agricultura familiar. Os equipamentos da Case IH, marca da CNH Industrial, passaram por mudanças na motorização, que reduzem cerca de 60% a emissão de poluentes, além de apresentar baixo nível de ruídos. Essas alterações atendem à legislação MAR-I (Tier 3). Os tratores de 80, 90 e 101 cavalos estarão expostos no Show Rural Coopavel, feira agrícola que é realizada de 4 a 8 de fevereiro, em Cascavel (PR).

Segundo o gerente de Marketing de Produto da Case IH Lauro Rezende, a principal alteração na linha 2019 é que todos os modelos Farmall passam a ser turbo de fábrica. “Também incluímos o modelo Farmall 90, que é mais uma boa opção para o produtor”, afirma.

Com a mudança na motorização, os modelos do Farmall ganham mais potência e o principal, muito mais torque. O Farmall 80, que tinha 78 cavalos, passa a ter 80 cv; a linha ganha o Farmall 90, com 90 cvs; e o Farmall 95 passa a ser o Farmall 100, com 101  cavalos de potência.

Os motores têm quatro cilindros e são fabricados pela FPT Industrial, marca da CNH Industrial, uma das maiores produtoras de motores industriais do mundo, “Os valores de reserva de torque são um dos mais elevados para essa categoria de tratores dentro do mercado”, comenta Rezende.

O tanque de combustível é outro destaque da linha. Todos os modelos Farmall tem 140 litros de capacidade de armazenamento, sendo composto pelo tanque principal de 87 litros, somados ao tanque auxiliar de 53 litros. Ambos têm proteção metálica.

A partir de agora, a linha Farmall passa a adotar a nova identidade visual no capô, com o novo logo Chromax e as faixas Tri-stripes. Essa identidade é usada globalmente nos produtos Case IH.

Transmissão

Os tratores Farmall oferecem três tipos de transmissão, sendo 12X4 (somente como opcional para o Farmall 80), 12X12 e 20X12. As transmissões de 12×4 contam com três grupos de quatro marchas, além da ré, que também tem quatro marchas. Para esta transmissão não está disponível o opcional creeper (redutor de velocidade), bem como a alavanca de reversão de sentido frente/ré.

Já a transmissão de 12×12 também apresenta os mesmos três grupos com quatro marchas e conta com a alavanca de reversão de velocidade (Shuttle Command®). Para esta transmissão, está disponível a opção creeper (redutor de velocidade), ampliando o número de marchas para 20×12 e incluindo velocidades de deslocamento baixas a partir de 300 m/h.

O reversor eletro-hidráulico PowerShuttle está disponível como opcional para os modelos Farmall 80, 90 e 100, nas versões  plataformada e cabinada, somente para as transmissões 12×12. A grande vantagem deste reversor é não precisar acionar o pedal de embreagem na reversão e é ideal para ser utilizado em operações com carregadoras frontais (pás, lâminas, garfos, bag e etc); operações de alta demanda de reversão frente e ré (silagem, galpões, confinamento, granjas, etc); e em áreas recortadas e com talhões curtos que demandem alto número de manobras.

Fonte: CASE IH