Volkswagen Caminhões tem alta de 40% nas vendas

Volkswagen Caminhões tem alta de 40% nas vendas

Com 30.237 caminhões VW e MAN comercializados, o resultado da montadora em 2019 teve um salto superior a 40%, considerando emplacamentos desde o leve Delivery Express ao extrapesado MAN TGX. Os modelos VW seguem favoritos: quatro deles estão no ranking dos dez caminhões mais vendidos do país no ano passado — os Delivery Express, 9.170 e 11.180, além do Constellation 24.280.
Como segundo modelo mais emplacado do ano, o Delivery 11.180 teve 4.642 unidades adquiridas. O resultado representa uma alta de quase 70% em suas vendas, frente ao resultado de 2018, e demonstra o sucesso e potencial da nova família Delivery, lançada no fim de 2017.
Na sexta posição do ranking está o Constellation 24.280, com 3.668 caminhões; seguido de perto pelo Delivery Express com 3.497 unidades. Com 3.411 unidades, o Delivery 9.170 é o oitavo modelo mais vendido no Brasil.
“A retomada do mercado deve continuar este ano e estamos confiantes em um 2020 com aumento significativo nas vendas. As projeções são positivas: PIB com alta de 2,5%, juros menores, inflação controlada e melhora no nível de confiança são fatores que nos levam a vislumbrar um cenário de renovação e ampliação das frotas”, avalia Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.
O executivo reforça que a indústria de caminhões é um termômetro da economia e sua crescente recuperação impacta diretamente no mercado. “Fechamos o ano de 2019 com uma média de emplacamento diário cerca de 50% superior ao que se registrava no fim de 2017. Para 2020, a Anfavea prevê uma alta de 18,4% nas vendas de caminhões, alcançando as 120 mil unidades, e vamos trabalhar como sempre para acompanhar essa demanda maior”, pontua Roberto Cortes.
No panorama mundial, o Brasil responde por um dos maiores mercados de caminhões e é também o que tem melhor projeção de crescimento de negócios para o Grupo TRATON este ano”, salienta Cortes, que promete revolucionar uma vez mais a indústria em 2020, com o início da produção em série do primeiro caminhão elétrico desenvolvido no Brasil, o e-Delivery, além de outras novidades para melhorar as condições do transporte no país.