MXF Motors traz bicicleta elétrica de equilíbrio inédita para o Brasil

MXF Motors traz bicicleta elétrica de equilíbrio inédita para o Brasil

A MXF Motors lança de maneira inédita no Brasil a E-Biker: uma bicicleta elétrica de equilíbrio que promete se tornar febre entre as crianças como opção de lazer ao ar livre. E ainda, promete tornar mais fácil a aprendizagem para os pequenos, com diversão e segurança.

Mas, o que é uma bicicleta de equilibrio?

Aquelas rodinhas acopladas na roda traseira, para que os pequenos não sofressem uma queda até que aprendessem a se equilibrar sozinhos, não existem mais. As bicicletas de equilíbrio E-Biker vêm sem pedais e rodinhas. A grande vantagem desses modelos é que permitem às crianças aprenderem a andar mais rapidamente, podendo utilizar os pés enquanto se familiarizam com os fundamentos do equilíbrio. Isso ajuda também a melhorar as suas habilidades motoras e de coordenação. Para crianças em idade pré-escolar, as bicicletas de equilíbrio são ideais. Elas têm a sensação de empurrar e equilibrar a bicicleta com os pés enquanto se movem. Isso também significa que a transição para uma bicicleta maior será muito mais rápida.

MODELOS COM ARO 12” E 16”

A MXF Motors está lançando no Brasil dois modelos da E-Biker, com aros 12” e 16”, motores com 80W e 150W, ambas com quadro feito em alumínio, transmissão por corrente, botão de segurança, autonomia de até 60 minutos com uma carga completa, que funcionam com ou sem o motor ligado. “Com design único, são modernas e perfeitas para a diversão em família. As crianças desenvolvem o senso de direção e aprendem a pilotar em duas rodas brincando. Nada se compara à evolução das mini-bikes elétricas”, comenta Gustavo Salvadori, analista de marketing da MXF Motors.

O tamanho da roda também é essencial para um bom ajuste. As rodas determinam o equilíbrio, a estabilidade e a facilidade para a criança montar e controlar a bicicleta. Tal como acontece com as bicicletas para adultos, as destinadas para crianças estão cada vez mais baixas e compridas, o que as tornam mais estáveis e fáceis para subir e descer. “As rodinhas, mesmo com as melhores intenções, podem desencorajar muitas crianças a andar de bicicleta, já que são instáveis e colaboram muito pouco para ensinar a se equilibrar. Elas eram um mal necessário antes das bicicletas de equilíbrio chegarem, e não é raro encontrar pais e crianças frustradas por não conseguirem aprender a se equilibrar com as rodinhas”, diz Gustavo.

Fonte: Engenharia da Comunicação